Só Poesias e outros itens....

  • Anexando Territórios e possibilidades expressivas

Translate

Seguidores

10 de jan de 2008

Natureza

Sempre me perguntei, porque a sensação de Natureza, quando se está longe da Capital é mais intensa.
Escuto hoje uma ventania. Todo o ar em redemoinho. Até o meu velho cão, que nunca o vi querer vir para dentro de casa, se aninha ao meu lado na varanda. Fica quieto, tenta dormir, por vezes erque a cabeça, me olha, e volta a dormir. Por outras, suspira, ou levanta novamente a cabeça, e vejo suas orelhas em sentinela, como sinal de interrogação, vendo o que vem lá de fora.
Cheira o ar, e me olha assustado.
Não é de estranhar tanta fragilidade. Vem mesmo uma tempestade. Tenho que correr para fechar as janelas.
Admiro o meu cão, neste saber por instinto o que o tempo traz de força vital:- toda água que vai correr do céu.





{!!!!!!!!}

.

2 comentários:

Maria Augusta disse...

Jugioli, quando a natureza libera suas forças, nos sentimos tão pequeninos, não é mesmo? Mas você conseguiu transformar este momento em uma belo texto.
Grande beijo.

Só- Poesias e outros itens disse...

Maria Augusta, concordo com você, é a sensação que sempre tenho quando vou para um lugar onde a natureza me envolve, a imensidão do céu, as suas cores... sinto-me infinitamente pequena.

bjs.


Ju gioli

Translate this page

Poesia Virtual

Poema ao acaso

Tertúlias Virtuais

Tertúlias Virtuais
Inscreva-se e participe - todo dia 15 um novo tema

Clique e Participe

Clique e Participe
2 de setembro: Tema Ecologia

@

@
Territórios Anexados : @

Selo-comments

Selo-comments

As escritas

As escritas

As geometrias

As geometrias

As artérias

As artérias

Prêmio 2008 - concedido por Varal de Idéias

Prêmio de novembro 2007

Prêmio de novembro 2007
concedido por Vi Leardi

Prêmio junho 2007

Prêmio  junho 2007

Prêmio concedido por "Varal de Idéias"

Prêmio concedido por "Varal de Idéias"
junho 2007

Premiação de Primavera 2007

Premiação de Primavera 2007
Concedido por Varal de Idéias e le Jardin Éphémère

Presente de Vi Leardi 2007

Presente de Vi Leardi  2007

Olhares

free web counter