Só Poesias e outros itens....

  • Anexando Territórios e possibilidades expressivas

Translate

Seguidores

11 de ago de 2007

Gráficos e arestas

"...E depois, fechada a janela, o candeeiro aceso,
Sem ler nada, nem pensar em nada,
nem dormir,
Sentir a vida correr por mim como um rio
por seu leito,
E lá fora um grande silêncio
como um deus que dorme"
.....
poema de Alberto Caeiro.
....

4 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Muito boas essas ultimas postagens! Lindas fotos P&B e temas pertinentes.

Contra-pontos disse...

Eduardo,
obrigado, seus comentários sempre gentis!!!!

bjs,


Jugioli

Maria Augusta disse...

Alberto Caieiro (e os outros que fazem Fernando Pessao também) sabem dizer as coisas. Fechar a janela para entrar dentro de si mesmo e ouvir o som do silêncio...talvez para aparar arestas...Um beijo.

Contra-pontos disse...

Maria Augusta, encontrar o silêncio dentro de si é ao meu ver um mérito dos que sabem encontrarem-se com arte na vida.

obrigado pelos seus comentários.

bjs,


Jugioli

Translate this page

Poesia Virtual

Poema ao acaso

Tertúlias Virtuais

Tertúlias Virtuais
Inscreva-se e participe - todo dia 15 um novo tema

Clique e Participe

Clique e Participe
2 de setembro: Tema Ecologia

@

@
Territórios Anexados : @

Selo-comments

Selo-comments

As escritas

As escritas

As geometrias

As geometrias

As artérias

As artérias

Prêmio 2008 - concedido por Varal de Idéias

Prêmio de novembro 2007

Prêmio de novembro 2007
concedido por Vi Leardi

Prêmio junho 2007

Prêmio  junho 2007

Prêmio concedido por "Varal de Idéias"

Prêmio concedido por "Varal de Idéias"
junho 2007

Premiação de Primavera 2007

Premiação de Primavera 2007
Concedido por Varal de Idéias e le Jardin Éphémère

Presente de Vi Leardi 2007

Presente de Vi Leardi  2007

Olhares

free web counter